Projeto da UFG recupera nascentes em Perolândia no sudoeste goiano

Doze nascentes do Rio Invernadinha, na município de Perolândia, a 420 km de Goiânia, foram recuperadas através de um estudo/projeto de parceria entre a Universidade Federal de Goiás(UFG) e moradores do assentamento Três Pontes, localizado na região.

O local, composto por 43 lotes, é utilizado em monoculturas de soja e cana-de-açúcar. Com o plantio de centenas de árvores nativas, o cenário de degradação mudou.”O adensamento da mata favoreceu o aumento dos volumes de água”, observa a professora da Escola de Veterinária e Zootecnia, Raquel Maria de Oliveira.

Esse ano, em parceria com a prefeitura de Perolândia, o projeto fará a entrega de um viveiro de mudas e sementes, a produtores rurais, que relataram experiências positivas ao participarem da pesquisa, iniciada em 2013.

A iniciativa foi relatada no livro Conservando as Árvores na Mata, lançado em fevereiro desse ano. “A experiência fora sala de aula permitiu um conhecimento melhor sobre a vegetação, animais, terra e clima”, afirmou o professor Paulo Hellmeister, um dos pesquisadores do projeto.

1 Comentário

  1. Uma ótima iniciativa, divulgada na Semana Mundial da Água

Deixe uma resposta